Buscar
PORTAL
DA SAÚDE
PORTAL
24 HORAS
Iptu Issqn Refis
Refis Refis
Agência de Notícias

13/06/2019 08:32
O governador, Ratinho Junior, disse que as tratativas para que o governo estadual assuma a gestão da obra avançaram após conversa com o ministro da Infraestrutura



Comente!

A duplicação da Rodovia das Cataratas (BR-469) está mais perto de sair do papel. Um importante avanço foi anunciado pelo governador do Paraná, Ratinho Junior, nesta quarta, 12, durante o lançamento do Programa Investe Turismo, do Ministério do Turismo, em Foz do Iguaçu.  Ratinho disse que o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, sinalizou positivamente para que o Governo do Estado assuma  a gestão da rodovia. 

O modelo é o mesmo já utilizado na construção da Segunda Ponte, entre Brasil e Paraguai, onde o Governo do Paraná ficou responsável pela gestão da obra, mas, neste caso, o investimento de mais de R$ 460 milhões é da Itaipu Binacional. 

Com a estadualização do trecho de 8,7 quilômetros, que compreende o trevo de acesso para a Argentina até a entrada do Portão do Parque Nacional, o Estado estaria autorizado a realizar os investimentos necessários para fazer a duplicação tão aguardada pelos iguaçuenses. 

“Já está acordado com o ministro da Infraestrutura, Tarcisio Gomes, que o Governo Federal delegue para que o Estado possa assumir a duplicação. Claro que existe um prazo burocrático para que isso aconteça, mas deve ocorrer nos próximos dias”, afirmou Ratinho. 

A previsão é que a rodovia seja alargada nos dois lados e receba avenidas marginais em boa parte do trecho; assim como ciclovias nos dois lados da pista; duas passarelas de pedestres; dois passa-bichos; cinco retornos em nível, chamados de retorno espera zero; um viaduto de acesso ao aeroporto; duas trincheiras em frente aos hotéis Vivaz e Wish Resort; ponte elevada no rio Tamanduá, canalização do córrego Carimã e uma rotatória nas proximidades da entrada do Parque Nacional do Iguaçu, dentre outras obras de arte. 

Os projetos de engenharia já foram doados pela Gestão Integrado do Turismo (Itaipu Binacional, Fundo Iguaçu, Visit Iguassu e Prefeitura Municipal) ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes. O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) também já concedeu licenciamento ambiental para os projetos. O valor estimado da obra é de R$ 135 milhões.

“A  expectativa é que a liberação para o Estado assumir a rodovia esteja concluída em breve e o governador Ratinho deve vir á nossa cidade anunciar essa grande noticia para o desenvolvimento de Foz do Iguaçu. Há também o compromisso da prefeitura em investir na revitalização do trecho urbano da Rodovia das Cataratas”, ressaltou o prefeito Chico Brasileiro. 

A revitalização do trecho urbano da Rodovia das Cataratas, que compreende o trajeto de 3,9 quilômetros do Boicy, próximo a Avenida Jorge Schimelpfeng, até o acesso a Argentina, faz parte do pacote de projetos de engenharia doados pela Gestão Integrada e que serão aproveitados pelo Estado. O valor estimado da obra é de R$ 25 milhões e deve ser custeado pela Prefeitura.

“ A duplicação da Rodovia das Cataratas é uma obra emblemática para o turismo, pois será um cartão postal para os turistas de todos os países que visitam Foz do Iguaçu”, destacou o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla.

Comentário