Buscar
PORTAL
DA SAÚDE
PORTAL
24 HORAS
Iptu Issqn Refis
Refis Refis
Agência de Notícias

22/02/2019 11:20
Instalação de e-gates vai reduzir tempo de visto dos turistas; Melhorias estruturais garantirão mais comodidade para quem utiliza os serviços



Comente!

Representantes do turismo de Foz do Iguaçu visitaram ontem (21) as obras de modernização no Escritório de Migração da Policia Federal, na Ponte Tancredo Neves. O pacote de melhorias prevê a instalação dos equipamentos de controle eletrônico de passaportes, os chamados e-gates, e também ampliações estruturais para garantir maior conforto aos turistas. A previsão é que o novo sistema de visto e as obras no local estejam concluídos já no próximo mês. 

Os e-gates vão reduzir o tempo de quem entra no país vindo do território argentino. O tempo para quem utiliza o serviço cairá de três minutos no guichê para apenas 30 segundos com o escaneamento do passaporte e o reconhecimento biométrico facial do viajante. Seis equipamentos serão disponibilizados no local.

A novidade evitará a formação de filas e também dará vazão a um fluxo médio de aproximadamente sete mil pessoas por dia, segundo dado da PF. Nos períodos de férias o movimento chega a 10 mil pessoas diariamente. Anualmente mais de 600 pessoas realizam o procedimento migratório na Polícia Federal.

“Esse projeto de reformulação na área de migração trará mais conforto e comodidade para quem utiliza os serviços de visto migratório. Outras melhorias foram agregadas ao projeto, como a instalação de banheiros. Além disso, com essa tecnologia, a Policia Federal também reduzirá o custo com atendimento”, garantiu o delegado da PF, Mozart Fux. 

Atualmente 50 servidores da PF trabalham em pontos de migração na cidade, isso sem contar as equipes contratadas para o atendimento.

Investimento 
O projeto de modernização vem sendo discutido há mais de um ano entre as entidades do turismo, Itaipu Binacional e a Policia Federal. O investimento realizado na compra dos e-gates é da Itaipu através da Fundação Parque Tecnológica de Itaipu (FPTI). O recurso das melhorias estruturais vem do Fundo Iguaçu com apoio do Sindetur. A obra tem apoio da Secretaria de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos e Receita Federal, além de acompanhamento do Núcleo Integrado de Gerenciamento de Projetos (PROFOZ), do Polo Iguassu. 

“O uso da tecnologia vai agilizar atendimento aos turistas estrangeiros e passar uma imagem positiva e de modernidade do destino perante públicos extremamente exigentes. A Ideia é depois estender a  implantação dos e-Gates para aeroporto e Ponte da Amizade”, afirmou o secretário Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla. 

Turismo 
“Foi feita uma análise pela diretoria do Fundo Iguaçu e todos foram unânime em apoiar o projeto de reforma do serviço de migração da Policia Federal na Ponte Tancredo Neves. A instalação dos e-gates e a ampliação do espaço vai garantir agilidade no grande fluxo de turistas na aduana”, disse o presidente do Fundo Iguaçu, Carlos Silva. 

“Essa modernização na estrutura de atendimento ao turista na PTN, com a implantação dos e-Gates dará maior comodidade para o turista e também aos profissionais do turismo, que terão uma redução no tempo gasto nesse procedimento. Por isso entendemos que é pertinente o apoio do Sindetur, Fundo Iguaçu e Secretaria de Turismo na execução dessa obra”, observou o presidente do Sindetur, Licério Santos. 

Ainda participaram da visita o presidente do Codefoz, Mário Camargo, o cônsul da Argentina em Foz, Roberto Lafforgue, o diretor do Fundo Iguaçu, Enio Eidt e o diretor de Assuntos Internacionais, Jihad Abu Ali.

Comentário