Buscar
PORTAL
DA SAÚDE
PORTAL
24 HORAS
Iptu Issqn Refis
Refis Refis
Agência de Notícias

14/09/2018 11:24
Programação prevê limpeza, separação e destinação correta de materiais descartados e plantio de árvore



Comente!

Moradores de Foz do Iguaçu estão convidados a participar da ação de recolhimento de resíduos em um trecho do Rio Boicy na manhã deste sábado (15), das 8h às 12h. O mutirão, que faz alusão ao Dia Mundial da Limpeza (World Cleanup Day), será no final da Rua Capivari, paralela à Avenida Pôr do Sol, no Conjunto Libra. Caso esteja chovendo, a atividade será transferida para o próximo dia 21.

Foz é um dos oito municípios do estado do Paraná que participam da ação, que tem alcance mundial e aqui esta sendo organizada pela Associação Oeste Paranaense dos Engenheiros Ambientais (AOPEA), em parceria com as instituições do Coletivo Educador Municipal de Foz do Iguaçu (CEMFI) e Secretaria de Meio Ambiente.

A programação prevê limpeza das margens do rio, destinação correta dos materiais retirados e plantio de árvore nativa, representando o comprometimento da comunidade com o cuidado para a preservação do local.

Durante esta semana, a equipe organizadora e voluntários foram até o local para conversar com os moradores do entorno quanto sobre a separação e da destinação correta dos resíduos domésticos e da importância do cuidado com o rio.

A ação tem o apoio da Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu, Companhia de Saneamento do Paraná (SANEPAR), o Centro Universitário União das Américas (UNIAMÉRICA), Corpo de Bombeiros de Foz do Iguaçu,  Associação de Moradores do Jardim Alice II e outras instituições.
 
Dia Mundial da Limpeza no Brasil 
Algumas cidades brasileiras já realizam esta ação em comemoração ao Dia Mundial da Limpeza. Para 2018, o movimento Let’s Do It no Brasil está mobilizando o maior número de cidades, pretendendo reunir aproximadamente 10 milhões de voluntários. Já são 160 cidades confirmadas, e a meta é que 5% da população mundial participe. 
Tendo voluntários como principais atores, a proposta do movimento é mostrar que a gestão do resíduo é um trabalho compartilhado. Município, empresas e população precisam estar juntos para proteger o mundo para esta e para as futuras gerações. 



Comentário