Buscar
PORTAL
DA SAÚDE
PORTAL
24 HORAS
Iptu Issqn Refis
Refis Refis
Agência de Notícias

04/12/2017 08:18
Comissões especiais foram formadas para tratar de temas específicos entre os dois países.



Comente!

Autoridades e especialistas em diversas áreas e atuação se reuniram em Puerto Iguazú, na Argentina, para a XXXV Reunião do Comitê de Integração Fronteiriça Foz do Iguaçu e Puerto Iguazu. A reunião acontece anualmente, sendo um ano em cada país, este ano quem recebeu o evento foi a cidade Argentina. 

De acordo com uma das organizadoras e representante do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, Bianca Xavier de Abreu, os temas discutidos pelas comissões vão se repetindo a cada ano com novos desdobramentos, na medida que as questões são resolvidas. 

“Temos oito mesas temáticas, que incluem comércio e turismo, que discute facilitação fronteiriça e as questões migratórias, uma mesa sobre infraestrutura, que inclui o melhoramento das pontes e das estradas, planejamento urbano conjunto das cidades e a parte de educação, saúde e cultura”, contou Bianca.

Após a reunião as questões são levadas para uma comissão de alto nível que analisa essas atas e as demandas e discutem quais podem ser encaminhadas para o Mercosul. “Todo semestre é discutido e às vezes chega até o nível presidencial, por exemplo, a Assistência de serviços de emergência foi assinado pelos presidentes, que as ambulâncias e os bombeiros podem atravessar para prestar serviço de emergência dos dois lados”, exemplificou.

Oportunidade

O vice-prefeito de Foz do Iguaçu, Nilton Bobato, destaca que a oportunidade faz parte de aproximação cada vez maior entre as cidades. “Os problemas fronteiriços são vividos pela população de Foz e Puerto Iguazu, e devem ser resolvidas em conjunto, por isso é muito importante essa iniciativa do Ministério de Relações Exteriores, tanto do Brasil quanto da Argentina”, avalia o vice-prefeito.

Carteira fronteiriça

Compondo a comissão de turismo na reunião, o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla, elogiou a iniciativa entre a chancelaria dos dois países e destacou a importância da carteira de identificação para moradores de Foz do Iguaçu e Puerto Iguaçu. 

“A implantação da carteira trará facilidades na travessia entre os dois países. Ela está prevista no acordo bilateral entre os dois países há mais de dez anos e precisamos colocar em prática”, afirma Piolla. 

De acordo com o secretário, é necessário uniformizar os procedimentos, na fronteira do Brasil com a Argentina. “Pois estavam fazendo carteiras diferentes em todos os lugares, a Polícia Federal, os órgãos de aduana tem que chegar num acordo, imprimir e plastificar todas da mesma forma”, acrescentou. 

Com a implantação da carteira os moradores das cidades vizinhas poderão usufruir de um corredor exclusivo na travessia.

Também participaram do encontro o secretário de Planejamento, Elsidio Cavalcante, o diretor do Foztrans, Fernando Maraninche, o diretor de Assuntos Internacionais, Jihad Abou Ali, guardas municipais e autoridades do turismo e trânsito de Puerto Iguazu.

Mais fotos em: https://goo.gl/nmvFsT
Comentário