Buscar
PORTAL
DA SAÚDE
PORTAL
24 HORAS
Iptu Issqn Refis
Refis Refis
Agência de Notícias

06/11/2017 08:56
Deputados federais que representam região Oeste do Paraná também apoiam a iniciativa.



Comente!

O coordenador da bancada paranaense em Brasília, deputado Toninho Wandscheer (PROS/PR), esteve reunido na última sexta-feira com o prefeito Chico Brasileiro e o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos de Foz do Iguaçu, Gilmar Piolla, quando garantiu apoio para inclusão de emenda para a duplicação da Rodovia das Cataratas ao Orçamento da União do próximo ano. Também participaram da reunião, o presidente do PROS em Foz do Iguaçu, Paulo Angeli, e o presidente do Conselho Municipal do Turismo, Felipe Gonzalez. 

Na oportunidade, Toninho Wandscheer, que é natural de Foz do Iguaçu, informou que tem o apoio da bancada paranaense, especialmente dos deputados do Oeste do Paraná, para assegurar a emenda ao Orçamento do governo federal de 2018. Na próxima semana, ele e o prefeito Chico Brasileiro se reunirão com deputados federais representantes do Oeste do Paraná e com o relator geral do Orçamento, senador Valdir Raupp (PMDB-RO) para fechar questão. 

Estão previstas reuniões com os deputados Fernando Giacobo (PR), que já vem apoiando a reforma do aeroporto e a construção da Perimetral Leste; Evandro Roman (PSD), que se comprometeu em viabilizar o projeto de iluminação do trecho urbano da BR-277; Alfredo Kaeffer (PSL), Dilceu Sperafico (PP), Nelson Padovani (PSDB) e Hermes Parcianello (PMDB). 

“A duplicação da Rodovia das Cataratas é uma obra emblemática para Foz do Iguaçu e para o turismo brasileiro”, afirma o secretário de Turismo, Indústria, Comercio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla. 

De acordo com Piolla, a duplicação da BR-469, no trecho de 8,7 km entre o trevo de acesso à Argentina e o portão do Parque Nacional do Iguaçu, está orçada em R$ 98 milhões, incluindo mais de 10 obras de arte, tais como: viaduto de acesso ao aeroporto, cinco retornos em nível, duas trincheiras, ponte elevada sobre o rio Tamanduá, duas passarelas de pedestres, dois “passa-bicho”, canalização do córrego Carimã,  ciclovias, vias marginais, interseções e rotatória na chegada ao Parque Nacional.

Além da duplicação da BR-469, o Município busca apoio para a revitalização do trecho urbano da Avenida das Cataratas, de aproximadamente 3,9 km, entre a esquina com avenidas Paraná e Jorge Schimmelpfeng e o trevo de acesso à Argentina. Obra está orçada em R$ 17 milhões e inclui calçadão e ciclovia saindo do centro da cidade que se conectam com a BR-469 até as Cataratas.

Comentário