Buscar
PORTAL
DA SAÚDE
PORTAL
24 HORAS
Iptu Issqn Refis
Refis Refis
Agência de Notícias

05/10/2017 08:29
Li Jinzhang veio a cidade, acompanhado de comitiva, para participar de evento voltado a cultura chinesa.



Comente!

O embaixador da China Li Jinzhang chegou ontem (4) em Foz do Iguaçu. Um dos primeiros compromisso do embaixador foi uma reunião com o prefeito Chico Brasileiro, o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos,  Gilmar Piolla e o Diretor de Assuntos Internacionais Jihad Abou Ali. O principal assunto discutido foi um plano conjunto entre a prefeitura e a embaixada para atrair mais turistas chineses para o Destino Iguaçu.

Segundo o prefeito Chico Brasileiro, hoje os turistas da China são os que mais viajam pelo mundo e procuram destinos com atrativos de ecoaventura e natureza. "Foz do Iguaçu tem grande potencial no mercado chinês. Vamos trabalhar em conjunto com a embaixada e com autoridades do turismo nacional para elaborar ações conjuntas de promoção da cidade e parceria com companhias aéreas para atrair mais visitantes daquele país".  

O embaixador ressaltou que Foz do Iguaçu é bastante conhecida no mercado chinês, mas que atualmente os turistas do país encontram dificuldade para visitar o Brasil, principalmente pela demora na liberação do visto. "Com a liberação mais rápida vai atrair mais turistas chineses. Pois para a obtenção do visto hoje é necessário esperar de um a dois meses e muitos optam por outros destinos", contou Li Jinzhang. 

Gilmar Piolla destacou que já está andamento conversas com autoridades brasileiras para adoção do visto eletrônico, a exemplo de que vai ser feito para viajantes da Austrália, Estados Unidos, Japão e Canadá até janeiro do ano que vem. 

Piolla ainda relatou que está bem adiantado a negociação para tirar do papel um projeto em parceria com a PF para instalar os terminais de imigração. "Vamos implantar terminais automatizados entre a fronteira Brasil, Argentina e no aeroporto de Foz, esse terminal vai facilitar não só pra Mercosul, mas para turistas de todas as partes do mundo", acrescentou. 

Além dos terminais automatizados, onde o turista passará o passaporte em um escâner, Piolla também adiantou que o destino terá um site para promover Foz do Iguaçu no idioma chinês. "Facilitará a relação com o mercado chinês e também criaremos também um filme institucional para estreitar a relação com a China", disse Piolla. 

Festival da Lua

Uma das primeiras ações para atrair mais visitantes chineses em parceria com a embaixada ocorreu ontem com o lançamento do Festival da Lua. Autoridades chinesas participaram do evento realizado no Belmond Hotel das Cataratas. De acordo com Piolla, "o intuito é incluir o Festival da Lua no calendário de eventos de Foz, para ano a ano atrair mais chineses pra o nosso destino", reforçou. 

Unila

Durante a reunião a pro-reitora da Unila, Karen dos Santos Honório, apresentou uma carta de intenção da Universidade para ser sede do instituto Confúcio. "O instituto vai possibilitar um intercâmbio de culturas, será um núcleo de cultura chinesa que ja existe em várias faculdades do Brasil. Em Foz, manifestamos interesse através da Unila", disse Karen. 

Comitiva 

Além do embaixador chinês também participaram da reunião o conselheiro da embaixada da China Qu Yuhui, o conselheiro do consulado da China em São Paulo, Yu Yong, a segunda secretaria da embaixada da China, Liu Xiuyan, o Consul do consulado da China, Zhang Yucheng, o adido da embaixada da China, Yang Lei e o vice-consul do consulado da china, Qu Hao.

Comentário