Buscar
PORTAL
DA SAÚDE
PORTAL
24 HORAS
Iptu Issqn
Agência de Notícias

10/05/2017 09:16
Trade turístico e empresários participaram de evento de boas-vindas ao secretário, que também teve a presença do prefeito Chico Brasileiro.



Comente!

O secretário municipal de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla, recebeu o apoio de entidades do turismo e empresários durante evento no Comtur (Conselho Municipal de Turismo). O prefeito Chico Brasileiro e o vice-prefeito, Nilton Bobato, também estiveram presentes.

Na ocasião, o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu (ACIFI), Leandro Teixeira Costa, comentou sobre a expectativa em relação à indicação de Piolla à pasta do Turismo, Indústria e Comércio. “O Piolla é uma pessoa que tem um perfil de visão macro, e precisamos cada vez mais trabalhar indústria, comércio e turismo de forma unificada; então, entendemos que vai haver essa integração, o que é muito importante para a nossa cidade”.

“Temos algumas demandas específicas, entre as quais, a implantação da “Redesim”, (Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios), que já está viabilizada e que tem que se dar atenção para desburocratizar cada vez mais os processos de abertura e renovação de alvarás”. “Temos expectativa sobre a implantação da Perimetral Leste, para retirar os caminhões do centro da cidade, importante para o município e para o turismo, o Viaduto da Costa e Silva e uma série de outros projetos, que entendemos que serão viabilizados com a presença do Piolla”, declarou Leandro Costa.

Roni Temp, presidente do CODEFOZ, também falou sobre a nomeação de Gilmar Piolla. “Estamos muito felizes com essa nova gestão, com os novos secretários e principalmente pelo Piolla; ele que faz parte do CODEFOZ, acompanha o conselho desde o início e tem muito conhecimento dos planos de desenvolvimento que nós temos, e o turismo e o comércio são as molas propulsoras do desenvolvimento de Foz do Iguaçu.” “Agora, com o apoio de toda a comunidade, estamos muito motivados, porque temos certeza absoluta que o trabalho será organizado em conjunto e mais resultados vão aparecer.”

“Somos mais de 250 voluntários no conselho, que se propõem a ajudar o município; e eu acho que ele vai precisar muito, de pessoas da comunidade, com ideias, com o suporte para as demandas que forem necessárias, para fazer as mudanças aqui na cidade e fazer os projetos acontecerem”, enfatizou o presidente do CODEFOZ.

Para Altino Voltolini, presidente do Iguassu Convention & Visitors Bureau (ICVB), “a cidade vinha numa certa instabilidade durante vários anos, porque não tínhamos uma política definida para o turismo e é necessário que o turismo seja visto como a atividade principal da cidade.” O Piolla, enquanto superintendente de Comunicação da Itaipu, já vinha desenvolvendo vários projetos no sentido da melhoria da cidade, aeroporto, vias de acesso, essa sempre foi a preocupação dele; agora como secretário, ele está legitimado no cargo para fazer essa função.”

“No turismo, temos muitos projetos, de busca de eventos e colocar Foz no patamar que ela merece, e, tenho convicção de que com o Piolla na secretaria, isso vai acontecer com certeza e os empresários estão muito confiantes”, disse.

Carlos Nascimento, presidente do Sindilojas e vice-presidente da Federação de Comércio do Paraná, afirmou que “Piolla é um grande estrategista, que trabalha com planejamento, e o que a nossa cidade precisa, principalmente na área de indústria e comércio, é de alguém que tenha essa ideia futurista e que consiga buscar alternativas para que a nossa estabilidade econômica aconteça. A busca de integração do turismo nacional precisa acontecer; temos que dar ênfase para a área do comércio, com objetivos principais, como a geração de emprego; assim como no turismo, essa integração precisa acontecer, para que a nossa cidade realmente crie uma identidade de desenvolvimento”.

Carlos Silva, presidente do Sindhotéis e do Fundo Iguaçu, afirmou que “Piolla já tem grande conhecimento da nossa cidade e também das nossas necessidades e agora, sendo cedido pela Itaipu, ele conclamou todas as entidades, não só do turismo, mas as ligadas ao setor produtivo de Foz do Iguaçu, para estarmos juntos neste novo momento”. “Eu vejo que é um sucesso e a partir de agora vamos buscar a complementação de todo esse esforço, para fazer com que a cidade tenha maior renda, maior número de empregos gerados e como referência em nível nacional como uma cidade que todos pensam num mesmo momento e na mesma linha para o desenvolvimento”, opinou.

Desafio – Gilmar Piolla agradeceu e falou sobre seu novo momento. “Essa é uma motivação extra para entrarmos com o pé direito nesse grande desafio que estamos assumindo a partir de agora; estou ciente da responsabilidade que nós temos, pois existe uma expectativa muito grande da comunidade iguaçuense em relação à gestão do prefeito Chico e do Bobato, em relação a nós”.

“Acredito muito no potencial de Foz do Iguaçu, no potencial da equipe, que é enxuta, mas é muito aguerrida, e, temos certeza que vamos saber explorar o máximo esse potencial”, comentou.


O prefeito Chico Brasileiro disse: “estamos em um momento de união, de fazer com que nossa cidade realmente possa crescer; queremos continuar com essa harmonia para fazermos mais e melhor pelo município.” “Temos um desafio de ser referência no turismo, no empreendedorismo, em políticas públicas, ou seja, Foz tem que ser um cartão-postal; daí a importância de termos nomes alinhados e outros nomes irão se juntar à equipe, mas, com certeza, vamos precisar de todos”, destacou Chico Brasileiro. “Agradeço ao Piolla, que aceitou o desafio e por estar assumindo uma tarefa que é grande, em um momento que unimos duas secretarias, que é todo o desenvolvimento da cidade; mas confiamos, temos certeza da sua capacidade, de fazer boas articulações e, principalmente, da sua liderança.” “E confiamos em toda sociedade; estamos abertos para ouvi-los sempre num exercício coletivo de acertar; nosso potencial é muito maior do que nossas dificuldades; vamos transformar esse potencial em realidade e o poder público vai estar de mãos dadas com o empresariado para isso”, concluiu o prefeito.


Comentário